Piauí

MP constata muita lentidão em obra do Centro Educacional Masculino

O projeto de reforma do CEM prevê a ampliação de 41 novas vagas, além de alojamentos para acomodação de familiares de internos de outras cidades do Piauí.
VITOR FERNANDES
06/09/2017 15h36 - atualizado

O Ministério Público observou que as obras de reformas do Centro Educacional Masculino (CEM), na zona norte Teresina, está bastante lenta, diante da prioridade exigida. O promotor de Justiça Maurício Verdejo, que auxilia a 46ª Promotoria de Justiça, realizou uma visita ao local na manhã desta quarta-feira (06).

  • Foto: DivulgaçãoMPPI visita obras de reformas no Centro Educacional Masculino (CEM) de Teresina.MPPI visita obras de reformas no Centro Educacional Masculino (CEM) de Teresina.

O governo do Estado, através da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc) deu início às obras em maio deste ano e deu previsão para conclusão de 11 meses.

  • Foto: DivulgaçãoMPPI visita obras de reformas no Centro Educacional Masculino (CEM) de Teresina.MPPI visita obras de reformas no Centro Educacional Masculino (CEM) de Teresina.

Durante a visita o representante do Ministério Público Estadual percebeu melhoria no comportamento dos jovens em razão da implantação de nova rotina de disciplina, incluindo a distribuição de fardamento aos jovens da unidade.

Em agosto deste ano, foram inaugurados 16 alojamentos com novas instalações hidráulicas, elétricas, banheiros, e novo piso. O projeto de reforma do CEM prevê a ampliação de 41 novas vagas, além de alojamentos para acomodação de familiares de internos de outras cidades do Piauí, além da reorganização do espaço em módulos, tais como educacional, de saúde, administrativo e sala de audiência, dentre outros.