Piauí

MP investiga situação da Delegacia da Mulher em Picos

A portaria Nº 56/2017, foi publicada no Diário de Justiça na sexta-feira (09), assinada pela promotora Micheline Ramalho Serejo Silva.
RAYANE TRAJANO
11/06/2017 12h37 - atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí, através da Promotoria de Justiça de Picos, abriu procedimento administrativo para averiguar a situação das instalações e do efetivo policial na Delegacia da Mulher em Picos. A portaria Nº 56/2017, foi publicada no Diário de Justiça na sexta-feira (09).

A situação chegou ao conhecimento da promotora Micheline Ramalho Serejo Silva, no ano passado. O relato é que a Delegacia de Atendimento à Mulher - DEAM, situada na Avenida Severo Eulálio, 906, Canto da Várzea, Picos, encontra-se em dificuldades relativas à falta de estrutura física da Instituição, carência também de viaturas que atendam às exigências, além de quantidade de funcionários exigidos para um correto atendimento da população.

Foi instaurado um inquérito civil em 2016, para averiguar o caso, agora a promotora converteu o inquérito em Procedimento Administrativo, para dar continuidades às investigações e averiguar possível falta de estrutura da delegacia.