Piauí

MP investiga venda de gás de cozinha em Nossa Senhora de Nazaré

O objetivo do inquérito é a colheita de elementos de comprovação dos fatos noticiados, que aliados a provas documentais poderão servir para justa causa de ação civil pública.
ISABELA DE MENESES
21/08/2017 17h57 - atualizado

O Ministério Público do Estado (MP-PI) por meio do Promotor de Justiça, Maurício Gomes de Sousa, instaurou inquérito civil para investigar seis locais de venda clandestina de gás de cozinha, na cidade de Nossa Senhora de Nazaré. O procedimento foi aberto no dia 15 de agosto deste ano.

De acordo com o MP, o objetivo do inquérito é a colheita de elementos de comprovação dos fatos noticiados, que aliados a provas documentais poderão servir para justa causa de ação civil pública.

  • Foto: Pedro Ventura/Agência BrasíliaGás de cozinhaGás de cozinha

Assim, após identificados os supostos responsáveis pela manutenção irregular de depósitos de gás de cozinha, eles devem ser notificados para, querendo, apresentarem respostas aos fatos mencionados no prazo de 10 dias, depois da notificação.