Piauí

MP-PI e Polícia Civil firmam acordo para combater crime organizado

O objetivo é a prevenção e a repressão de delitos praticados por organizações criminosas.
VITOR FERNANDES
05/12/2017 18h07 - atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí e a Polícia civil celebraram hoje (05) um acordo de cooperação técnica, para ajudar no combate a organizações criminosas. O documento foi assinado no gabinete do Procurador-Geral de Justiça, Cleandro Moura, que recebeu o Delegado-Geral do Estado, Riedel Batista, e sua equipe. Também participou da reunião o Promotor de Justiça Sinobilino Pinheiro, membro do GAECO/MPPI.

  • Foto: DivulgaçãoRiedel Batista, Sinobilino Pinheiro e Cleandro Moura.Riedel Batista, Sinobilino Pinheiro e Cleandro Moura.

 A parceria deve promover a capacitação, a compartimentação de informações e a atuação conjunta entre membros e servidores do MP-PI e da Polícia Civil que tenham atuação exclusiva na área de combate ao crime organizado e investigação, com vistas a subsidiar os trabalhos investigativos realizados pelas autoridades policiais e pelos agentes ministeriais, de maneira a alcançar o efetivo e eficaz combate à criminalidade no Piauí. 

“Estamos estabelecendo um regime de cooperação mútua entre os partícipes, visando à promoção de medidas necessárias à prevenção e repressão ao crime organizado, bem como de delitos que exijam investigações especiais, ações conjuntas ou a formação de força-tarefa com a participação da polícia, por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado, e do Ministério Público, por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas”, explicou Cleandro Moura. 

O acordo de cooperação regulamenta a criação de forças-tarefa e ainda prevê o compartilhamento de bancos de dados e a colaboração para obtenção e cumprimento de mandados de busca e apreensão, prisões cautelares, decretações de indisponibilidade de bens e quebras de sigilo para acesso a informações relevantes para cada investigação.

Mais na Web