Piauí

MPF investiga nomeação irregular de médico veterinário pela UFPI

A portaria que determina a abertura do inquérito é do dia 25 março de 2017, pelo procurador da República Humberto de Aguiar Júnior.
RAYANE TRAJANO
04/04/2017 07h33 - atualizado

O Ministério Público Federal, por meio do procurador da República Humberto de Aguiar Júnior, instaurou inquérito civil para investigar denúncia de nomeação irregular de servidor na Universidade Federal do Piauí (UFPI).

A investigação está baseada no procedimento preparatório que já tramitava no MPF, instaurado para apurar suposta irregularidade na nomeação de candidatos aprovados em outras instituições (reaproveitamento) para o cargo de técnico administrativo em educação- Especialidade Médico Veterinário, deixando de lado os candidatos aprovados no concurso da própria Universidade Federal do Piauí, regido pelo edital nº 07/2014.

  • Foto: Street ViewUniversidade Federal do PiauíUniversidade Federal do Piauí

Com o fim do prazo do procedimento preparatório, o procurador resolveu instaurar o inquérito civil, tendo por objeto apurar suposta irregularidade na nomeação deesses candidatos. A portaria que determina a abertura do inquérito é do dia 25 março de 2017.