Piauí

MPF vai investigar condições de trafegabilidade da BR 135

Moradores de municípios por onde a rodovia passa, já fizeram várias manifestações pedindo providências urgentes para evitar as mortes frequentes.
RAYANE TRAJANO
09/10/2017 07h36

O Ministério Público Federal no Piauí, por meio do procurador da República Humberto de Aguiar Júnior instaurou um inquérito para avaliar a situação da BR 135, conhecida como "rodovia da morte", que passa por mais de 10 municípios do sudeste e sul do Piauí.  

  • Foto: DivulgaçãoObra na BR 135Obra na BR 135

A investigação aberta no dia 04 de outubro, por meio da Portaria nº 45, vai apurar as condições de trafegabilidade na rodovia BR-135, relativamente aos parâmetros estabelecidos pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Devido aos altos números de acidentes com vítimas fatais no trecho piauiense da BR 135, a via ficou conhecida como “rodovia da morte”. A pista é estreita, em relação a outras rodovias federais, além disso, há um desnível que facilita o tombamento de veículos.

  • Foto: Divulgação/PRFDesnível de quase 30 cm na BR 135Desnível de quase 30 cm na BR 135

Um levantamento feito pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), apontou que entre janeiro e o início de setembro deste ano ocorreram 83 acidentes na BR 135, com 152 vítimas , sendo 111 feridos e 41 óbitos.

Moradores de municípios por onde a rodovia passa, já fizeramvárias manifestações pedindo providências urgentes para evitar as mortes frequentes.

Mais conteúdo sobre: