Piauí

Mulher encontrada morta no Bar da Lenice pode ter sofrido overdose

Delegado Barêtta diz que o laudo do legista do IML não aponta a agressão física como causa da morte. A polícia aguarda o resultado do exame toxicológico.
ISABELA DE MENESES
03/07/2017 13h00 - atualizado

A Delegacia de Homicídios está investigando o caso da mulher identificada como Cristiane Pereira de Sousa, que foi encontrada morta no Bar da Lenice, no Lourival Parente, zona sul de Teresina, na manhã desse domingo (02).

Segundo o delegado Barêtta, responsável pela Delegacia de Homicídios, a possibilidade da agressão que a moça sofreu na região do queixo ser a causa da morte, não existe.

“O médico legista após examina-la através de uma autópsia, ele disse claramente, que a lesão que ela tinha na altura do queixo não era suficiente para tê-la levado a morte”, disse o delegado.

  • Foto: DivulgaçãoBar da LeniceBar da Lenice

Delegado Barêtta ainda informou que existe a possibilidade de a morte ter ocorrido por overdose, por abuso de substâncias ilícitas, já que pessoas relataram que a moça era usuária de drogas. “O médico colheu o material interno do fígado, do intestino e de outros órgãos internos para fazer um exame toxicológico”, relatou.

A delegacia de Homicídios aguarda o resultado do exame toxicológico para abrir ou não inquérito criminal sobre o caso.