Entretenimento

Museu do Piauí comemora Dia do Folclore com programação especial

O evento começa nesta terça-feira (22) e segue até a quarta-feira (23).
GABRIEL SOARES
22/08/2017 07h43 - atualizado

O Museu do Piauí – Casa do Odion Nunes (MUP) celebra o Dia do Folclore realizando a Semana de Tradições Populares. A data comemorativa ocorre nesta terça-feira (22). O local ganhará uma programação especial durante o dia, que inclui apresentação cultural, exposição de arte, oficina e outras atividades. A programação segue até quarta-feira (23).

A programação começa a partir das 8h30, com apresentação cultural do grupo de violeiros “Os Raimundos”. Em seguida, tem abertura da exposição “Narrativas do imaginário: quando a cultura conta e dança”, sob a curadoria do programa educativo do museu.

Posteriormente, pela tarde, tem visita monitorada à exposição 14h30 às 17h30. A visita segue até a quarta-feira (23), entre às 8h30min e as 14h30min.

  • Foto: Divulgação/Governo do EstadoMuseu do Piauí é realiza programação para comemorar o Dia do Folclore.Museu do Piauí é realiza programação para comemorar o Dia do Folclore.

De 15 às 17h, tem oficina de gravura alternativa, ministrada por Osani Arimateia e Ariosvaldo Saraiva, que integram a equipe do Programa Educativo do MUP, e pela artista plástica Hera Regina.

Às 15h tem o projeto Cajuína no Museu. Nesta edição, o projeto traz um bate-papo com representantes do Grupo Cafundó, abordando temáticas como: contação de histórias, representação de lendas e outras atividades lúdicas. A exposição “Narrativas do Imaginário: quando a cultura conta e dança” permanece em exibição até 31 de agosto, reunindo trabalhos de vários artistas, como Hera Regina, Joaquim Monteiro, Joselito Pereira, LuReBordosa, Martins Paulo, Osani Arimateia e Portelada.

A Semana das Tradições Populares é uma ação que já faz parte do calendário de eventos do Museu do Piauí e tem como principal finalidade comemorar o Dia do Folclore. “O museu tem a missão de buscar manter viva essas tradições, enaltecendo a importância da preservação desses bens imateriais”, afirmou a coordenadora do Museu do Piauí, Dora Medeiros.