Piauí

OAB-PI pede investigação de policiais por abuso de autoridade

O abuso teria acontecido contra advogados no exercício profissional.
VITOR FERNANDES
12/10/2017 17h56 - atualizado

  • Foto: DivulgaçãoRoberta Oliveira e Adélia Dantas.Roberta Oliveira e Adélia Dantas.

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí (OAB-PI), encaminhará ao Ministério Público denúncias de abuso de autoridade por policiais civis e militares contra advogados.

A Comissão de Defesa das Prerrogativas dos Advogados da OAB-PI esteve reunida, na manhã de ontem (11) com o promotor de justiça Antônio Moura, do Grupo de Atuação Especial de Controle Externo da Atividade Policial (GACEP) do Ministério Público do Piauí, para tratar dessas denúncias.

A Comissão de Defesa das Prerrogativas dos Advogados da OAB-PI esteve reunida, na manhã de hoje (11), com o promotor de justiça Antônio Moura, do Grupo de Atuação Especial de Controle Externo da Atividade Policial (GACEP) do Ministério Público do Piauí, para tratar das denúncias contra policiais civis e militares pela prática de abuso de autoridade contra advogados.

A presidente da Comissão de Prerrogativas, Roberta Oliveira, e a assessora jurídica da OAB-PI, Adélia Dantas, estiveram nas Corregedorias da Polícia Militar e da Polícia Civil do Piauí para cobrar a conclusão de todos os procedimentos de investigação, sindicância e disciplinares ingressados pela Seccional em defesa de advogados que, de acordo com elas, foram violados no exercício profissional.

“A Ordem dos Advogados adotará as providências cabíveis e encaminhará ao GACEP todas as denúncias de prática de abuso de autoridade por policiais”, asseverou Roberta Oliveira

Mais na Web