Piauí

OAB quer retirar câmeras da Sala dos Advogados na Casa de Custódia

A presidente da Comissão, Roberta Oliveira, informou que a presença dos equipamentos viola os direitos dos profissionais da advocacia.
RAYANE TRAJANO
10/05/2017 18h17

A Comissão de Defesa das Prerrogativas dos Advogados (CDPA) da OAB-PI e a Associação dos Advogados Criminalistas do Piauí vistoriaram a Casa de Custódia, nessa terça-feira (09), e constataram a presença de câmeras de segurança na Sala dos Advogados.

A visita foi motivada por inúmeras denúncias recebidas pela Comissão, que relataram a recente instalação das câmeras na Sala dos Advogados da Casa de Custódia e da Penitenciária de Altos.

Os representantes das instituições foram recepcionados pelo agente Edvaldo de Sousa, que os acompanhou até as instalações da Sala dos Advogados, Parlatório e Defensoria Pública. A Comitiva verificou, ainda, a ausência dos dispositivos de segurança na sala da Defensoria.

  • Foto: OAB-PIComissão da OAB na Casa de CustódiaComissão da OAB na Casa de Custódia

Ao final da visita, os advogados reuniram-se com o diretor da Penitenciária, Tenente Jean Bezerra, e com gerente adjunto, Reginaldo Ribeiro, que relataram que as instalações das câmeras são determinações na Secretaria de Justiça do Estado do Piauí.

Segundo o diretor Tenente Jean Bezerra, há um projeto que determina as localizações de todas as instalações das câmeras de segurança nas salas do presídio, inclusive dentro dos pavilhões.

A presidente da Comissão, Roberta Oliveira, informou que a presença dos equipamentos viola os direitos dos profissionais da advocacia em receber, pessoalmente e reservadamente, o preso. “Não podemos admitir a presença de câmeras dentro da sala da Ordem. Tomaremos medidas cabíveis no âmbito administrativo e ser não forem solucionadas, adotaremos medidas no âmbito judicial”, afirmou.