Polícia

Oito pessoas são detidas com celular e ‘colas’ durante concurso da PM

De acordo com o secretário de Segurança, os suspeitos de fraude não tiveram acesso às provas.
MARCOS CUNHA
21/05/2017 14h19 - atualizado

Pelo menos oito pessoas foram detidas pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), por suspeita de fraude durante a realização das provas do concurso da Polícia Militar do Piauí, que aconteceu neste domingo (21).

De acordo com informações do secretário de Segurança, Fábio Abreu, os suspeitos teriam desobedecido restrições do concurso e foram flagrados com celular e com possíveis ‘colas’ do gabarito. O Greco investiga se houve fraude no certame.

“O pessoal foi detido porque desobedeceu algumas normas, por exemplo, pelo uso de celular. Até agora, não teve nada comprovado, que nenhum deles tenham chegado sequer a ter acesso aos locais de prova. Não se tem certeza nem de que era um gabarito, era tipo uma cola, tentativa de gente inexperiente. Mas não significa que terão ocorrências por isso”, repassou o secretário.

  • Foto: Divulgação/SSPSegurança do Piauí se reúne para garantir lisura do concurso da PMSegurança do Piauí se reúne para garantir lisura do concurso da PM

Fábio Abreu disse que a lisura do certame permanece e que suspeitos não tiveram em contato com provas. O GRECO afirmou que só deve repassar mais informações sobre as possíveis tentativas de fraudes e apreensões após às 17h.

Nesta edição, o concurso da Polícia Militar registrou mais de 32 mil candidatos inscritos, para as 400 vagas oferecidas para todo o Piauí. Pelo cronograma, o resultado da prova objetiva deve ser anunciado no dia 14 de junho. Os aprovados passarão por exames de saúde e testes de aptidão física, além de exames psicológicos e investigação social.