Piauí

Piauí tem a segunda maior geração de empregos no Nordeste

O estado gerou 6568 empregos e ficou atrás apenas da Bahia.
GABRIEL SOARES
17/05/2017 20h00

O Piauí fechou o mês de abril sendo o segundo estado do Nordeste com maior geração de empregos formais, atingindo um saldo positivo de 0,8%. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego. O estado ficou atrás apenas da Bahia.

Os setores Indústria de Utilidade Pública (0,67), Comércio (0,37) e Serviços (0,31), apresentaram os melhores desempenhos. Os demais estados encerram com saldos negativos no mês de abril. Entre contratações e demissões, o Piauí apresenta um saldo de 225 vagas. O estado teve uma geração de 6.568 postos de trabalho.

  • Foto: Divulgação/Governo do Estado do PiauíPiauí tem saldo positivo na geração de empregos.Piauí tem saldo positivo na geração de empregos.

O Governo Estadual, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre), informou que realizou medidas para tentar aumentar a oferta de empregos no Piauí. Em abril, a Setre ofertou cerca de 400 vagas nos cursos de qualificação realizados em todo o estado. Também oferecido aos microempresários, a oportunidade de saírem da informalidade e registrarem suas empresas e palestras sobre gestão e empreendedorismo.

Gessivaldo Isaías, gestor da secretaria, afirmou que o Piauí vem remando na contramão da crise e aumentou o vínculo com as empresas para novas contratações. “Temos fortalecido a oferta de cursos profissionalizantes no estado, estimulando as empresas a caminhar na contra mão do desemprego. O Sine diariamente tem ido à procura e capturado vagas, encaminhando os trabalhadores para o mercado de trabalho, tendo a cada mês alegria de estarmos crescendo e dando melhorias para o nosso estado”, ressaltou o gestor.