Piauí

PL obriga restaurantes a ofertarem talheres adaptados para cegos

O projeto de lei é de autoria da vereadora Cida Santiago (PHS).
MARCOS CUNHA
02/05/2017 17h36 - atualizado

Um projeto de lei de autoria da vereadora Cida Santiago (PHS) pretende obrigar bares, restaurantes, hotéis e estabelecimentos de Teresina, a disponibilizarem pratos e talheres adaptados para os clientes com deficiência visual, visando facilitar a alimentação dos mesmos.

O PL n° 44/2017 já foi aprovado durante a 1º votação pelo plenário da Câmara dos Vereadores, na manhã desta terça-feira (02). O texto segue para a segunda votação, que deve acontecer amanhã (03), segundo a vereadora Cida.

  • Foto: DivulgaçãoPrato adaptado possui barra elevada em parte da borda.Prato adaptado possui barra elevada em parte da borda

Cida Santiago explicou que a ideia para o projeto partiu da patente desenvolvida pelo piauiense Carlos Amorim, que é deficiente visual. “A gente resolveu trazer essa obrigatoriedade para que os estabelecimentos se adaptem a essa realidade dos clientes, porque sem lei já é difícil, quanto mais sem a lei”, declarou a vereadora.

O prato desenvolvido por Carlos Amorim possui elevação em parte da borda para ajudar o cliente a pegar a comida. Os talheres possuem uma marca que identificam o lado certo de uso.

Caso o projeto seja aprovado e sancionado pelo prefeito Firmino Filho, os estabelecimentos comerciais devem ter o prazo de no máximo 1 ano para se adaptarem as novas exigências.

Mais conteúdo sobre: