Polícia

Polícia Militar prende acusados de homicídio em Francisco Macedo

A vítima foia assassinada por ter furtado 23 bujões de gás de um dos autores do crime.
GABRIEL SOARES
10/09/2017 11h12 - atualizado

A Polícia Militar efetuou, hoje (10), a prisão de dois homens responsáveis por um assassinato, ocorrido nesse sábado (09) na cidade de Francisco Macedo.

Adão José Anderson de Sousa e Jucejanio Antônio Martins de Oliveira são acusados de assassinar Joseli Joaquim da Silva em um bar localizado na BR-316. O motivo do crime seria um roubo cometido pela vítima contra os suspeitos do homicídio.

De acordo com informações fornecidas pela Polícia Militar do município, os agentes receberam informações sobre dois homens trafegando em uma motocicleta que atiraram contra Joseli da Silva, na noite desse sábado (09). Os criminosos não foram reconhecidos por estarem usando capacetes. Eles se evadiram do local.

  • Foto: Divulgação/Polícia MilitarHomens são presos por homicídio em Francisco Macedo.Homens são presos por homicídio em Francisco Macedo.

Assim, a Força Tatica de Fronteiras juntamente com os policiais militares de Alegrete e Francisco Macedo, iniciou diligências em busca dos acusados do crime, que ao perceberem a aproximação dos agentes, eles abandoaram o veículo e fugiram para um matagal na região.

Depois, os policiais receberam informações de que haviam dois homens suspeitos em uma localidade próximo a Alegrete do Piauí. Os agentes se dirigiram à região e conseguiram abordá-los. Foram apreendidos com os suspeitos duas armas de fogo, um revólver Taurus cal. 38 com 4 estojos deflagrados e 8 estojos intactos do mesmo calibre e uma pistola calibre .380 de marca Taurus com 16 estojos intactos.

  • Foto: Divulgação/Polícia MilitarArmas de fogos apreendidas com os criminosos.Armas de fogos apreendidas com os criminosos.

Os acusados confessaram o homicídio. Adão José de Sousa relatou a polícia que a vítima Joseli havia furtado cerca de 19 botijões de gás de um dos seus depósitos e que por isso havia contratado Jucejânio de Sousa para juntos executarem a vítima. Eles foram autuados em flagrante delito na delegacia de Fronteiras, agora responderão por homicídio triplamente qualificado.

Mais conteúdo sobre: