Piauí

Prefeito Apolinário é multado após ter contas reprovadas

A decisão é de 25 de abril de 2017 e teve como relator o Conselheiro Substituto, Delano Carneiro da Cunha Câmara.
ISABELA DE MENESES
16/05/2017 15h03 - atualizado

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) decidiu pela irregularidade na prestação de contas do atual prefeito municipal de Bom Princípio do Piauí, Francisco Apolinário Costa Moraes, relativa ao exercício do mandato de 2015. A decisão é de 25 de abril de 2017 e teve como relator o Conselheiro Substituto, Delano Carneiro da Cunha Câmara.

A Primeira Câmara levou em consideração, para a decisão unânime, o parecer do Ministério Público de Contas, irregularidade em procedimento de inexigibilidade de licitação para aquisição de combustível no valor de R$ 1.252.642,86, irregularidade em procedimento licitatório para material de manutenção de veículos, no valor de R$ 101.769,10, além de débitos com a Eletrobras.

O TCE através da Primeira Câmara determinou a aplicação de multa ao prefeito do valor de R$ 3.200, que deve ser recolhida ao Fundo de Modernização do Tribunal de Contas-FMTC.

Outro lado

O Viagora tentou entrar em contato com o prefeito Apolinário, mas não conseguiu localizá-lo. O espaço permanece aberto para esclarecimentos.