Piauí

Prefeito de Inhuma é denunciado por empregar parentes de vereadores

Segundo o pedido de denúncia, o prefeito praticou nepotismo, empregando parentes de vereadores em cargos de comissão.
ISABELA DE MENESES
12/10/2017 12h40 - atualizado

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) recebeu denúncia, no dia 09 de outubro, a respeito de supostas irregularidades na administração da prefeitura municipal de Inhuma, durante o exercício financeiro de 2017, da gestão do atual prefeito Antônio Rufino da Silva Júnior.

Segundo o pedido de denúncia, o prefeito praticou nepotismo, empregando parentes de vereadores em cargos de comissão. Por exemplo filhos, sobrinhos e até mesmo a esposa de vereadores da cidade.

No total, a denúncia recebida pelo TCE, cita o nome de cinco vereadores com familiares empregados em cargos públicos. Assim, o denunciante pede concessão de medida cautelar para afastamento dos servidores ou empregados ocupantes de cargos em comissão ou de outra natureza, que não foram aprovados em concurso público.

O relator do processo foi o conselheiro substituto Jackson Nobre Veras que aceitou a denúncia, mas não concedeu a medida cautelar imediata, dando um prazo de 15 dias para o prefeito Antônio Rufino prestar esclarecimento a respeito dos fatos denunciados a respeito da sua gestão.

Lista de vereadores e parentes

VEREADOR MARCOS ANTÔNIO RUFINO

DANIELA OLIVEIRA RUFINO DE ARAUJO – sobrinha

MARIA SELMA DE OLIVEIRA RUFINO BARROS – irmã

JOCILENY DE MOURA MORAlS RUFINO – casada com o sobrinho

VEREADORA KATIA CORTEZ

ROSIMAR PACHECO DE MOURA - sogra

VEREADOR JOSÉ RAIMUNDO DE CARVALHO

FELIPE OSMAR DE CARVALHO – filho

VEREADOR ROMULO GONCALVES

ELLOA RODRIGUES GONçALVES – esposa

VEREADOR GESCIANO MOURA

ROSA LIMA DE SOUSA MOURA - esposa