Piauí

Pressionado pelo TCE, Firmino nomeia mais 10 guardas municipais

A Prefeitura divulga que os classificados estão sendo convocados de forma gradativa, obedecendo à disponibilidade orçamentária e financeira do município.
VITOR FERNANDES
27/09/2017 16h15 - atualizado

Depois de cobrado pelo Tribunal de contas do Piauí, o prefeito Firmino Filho nomeou, agora em setembro, mais dez aprovados no concurso da Guarda Civil Municipal. A Prefeitura divulgou que os classificados estão sendo convocados de forma gradativa, obedecendo à disponibilidade orçamentária e financeira do município. Com a nova nomeação, três mulheres e sete homens irão compor o efetivo.  

  • Foto: Divulgação / Prefeitura Municipal de TeresinaGuarda Municipal de Teresina.Guarda Municipal de Teresina.

“A Prefeitura reafirma o compromisso de até o final do ano nomear todos que foram regularmente aprovados no concurso. A Guarda Municipal é a parcela de contribuição que a Prefeitura dá para a melhoria da qualidade de vida das pessoas no que toca à segurança pública”, declarou Samuel Silveira, secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). 

“Atualmente, 107 guardas atuam na capital. A convocação é de grande importância e a expectativa é que até dezembro aumentemos o efetivo para 207 guardas atuando na capital”, declarou capitão Monteiro, comandante da Guarda Municipal de Teresina. 

A Guarda Municipal de Teresina atua no Parque da Cidadania, Complexo Esportivo Parentão, Parque Ambiental Lagoas do Norte, Centros de Esportes Unificados (CEU) Norte e Sul, praças da Bandeira, Rio Branco e Fripisa.

Entenda o caso

Em junho deste ano, o conselheiro-substituto do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), Alisson Araújo, apresentou em audiência pública uma sugestão de 15 dias para que a Prefeitura da capital apresentasse uma proposta de cronograma de nomeação dos concursados da Guarda Municipal que aguardam convocação.

A Prefeitura divulgou no dia 18 de julho a convocação de 10 guardas municipais. Não houve informações sobre nomeações no mês de agosto.

No dia 20 do mesmo mês, o pleno do TCE manteve um acordo com a Prefeitura e decidiu que iria acompanhar pelos 6 meses seguintes a nomeação dos aprovados, seguindo o calendário apresentado pelo município.