Política

Procurador Rodrigo Janot denuncia e pede prisão de políticos do PMDB

A PGR acredita que o grupo controlava a diretoria Internacional e diretoria de Abastmento da Petrobras, além da Transpetro.
ISABELA DE MENESES
09/09/2017 08h54 - atualizado

Nessa sexta-feira (08), Rodrigo Janot, Procurador-Geral da República, entrou com pedido de denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra cúpula do PMDB no Senado Federal.  

Entre os políticos citados no pedido de denúncia estão, o ex-senador e ex-presidente José Sarney, Edison Lobão (MA), Jader Barbalho (PA), Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR) e Valdir Raupp (RO), como também o ex-senador Sérgio Machado.

  • Foto: Lula Marques/ Fotos PúblicasProcurador-Geral da República Rodrigo JanotProcurador-Geral da República Rodrigo Janot

Os nomes apontados por Janot são acusados de organização criminosa. O procurador pede o pagamento de multa, pena que varia de 3 a 8 anos de prisão e perca de mandato. 

A PGR acredita que o grupo controlava a diretoria Internacional e diretoria de Abastmento da Petrobras, além da Transpetro.