Geral

Programa de Combate ao Tabagismo é ampliado em Teresina

O evento acontecerá em UBS de toda a cidade.
GABRIEL SOARES
03/06/2017 12h26 - atualizado

 A Prefeitura de Teresina fez um balanço do Programa de Combate ao Tabagismo na véspera do Dia Mundial sem Tabaco, 31 de maio. O programa existe em Teresina desde 2010 no Hospital do Parque Piauí. E deste de 2015 é realizado em Unidades Básicas de Saúde (UBS’s).

O programa já é implantado nas UBS’s do Poty Velho, Vila da Paz, Portal da Alegria, Boa Hora, Bela Vista, Estaca Zero, Cacimba Velha e da Santa Luz.  

As unidades básicas do Vale do Gavião, Vila Bandeirantes, Santa Isabel, Mafrense, Santa Maria da Codipi, Jacinta, Cecy Fortes, Mário Covas, Alegria e Nova Teresina também contarão com o Programa de Tabagismo a partir de agora.

A epidemia global do tabaco mata quase 6 milhões de pessoas por ano. Destas, mais de 600 mil são fumantes passivos (pessoas que não fumam, mas convivem com fumantes). Se nada for feito, estão previstas mais de 8 milhões de mortes por ano a partir de 2030. Mais de 80% dessas mortes evitáveis atingirão pessoas que vivem em países de baixa e média renda.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) é o órgão do Ministério da Saúde responsável por coordenar e executar o Programa de Controle do Tabagismo no Brasil. O objetivo é prevenir e reduzir a incidência do câncer e de outras doenças relacionadas ao tabaco, por meio de ações que estimulem a adoção de comportamentos e estilos de vida saudáveis.