Piauí

Promotor investiga falta de medicamentos em CAPS de Pedro II

Para instaurar o inquérito, o promotor levou em consideração constantes notícias recebidas pelo MP a respeito da ausência de medicamentos essenciais aos pacientes psiquiátricos.
ISABELA DE MENESES
22/08/2017 17h58 - atualizado

O promotor de Justiça Avelar Marinho Fortes do Rêgo do Ministério Público do Estado (MP-PI) instaurou inquérito civil, no dia 17 de agosto deste ano, para investigar a ausência de medicamentos essenciais aos pacientes psiquiátricos do município de Pedro II, que devem ser oferecidos pelo Centro de Assistência Psicossocial (Caps) da cidade.

Para instaurar o inquérito, o promotor levou em consideração constantes notícias recebidas pelo MP a respeito da ausência de medicamentos essenciais aos pacientes psiquiátricos de Pedro II, o que tem prejudicado o tratamento dos usuários, com prejuízo à saúde dos mesmos.

  • Foto: Divulgação/MPMinistério Público do Estado do Piauí (MP-PI)Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI)

Como também, a informação de que o CAPS não estaria aberto o dia inteiro e acaba não prestando os seus serviços fundamentais, o que também causa prejuízos a execução dos projetos terapêuticos individuais de cada paciente.

Por isso foi instaurado o inquérito civil para inspecionar o CAPS do município e seus serviços e atendimentos. Também foi pedido o apoio do Centro de Apoio Operacional de Saúde (Cao), para apurar os fatos noticiados.