Piauí

Promotor investiga irregularidade no cartório de Avelino Lopes

O procedimento preparatório de Inquérito Civil Público foi aberto no dia 21 de setembro deste ano, pelo promotor de Justiça Francisco de Assis. R. de Santiago Júnior.
ISABELA DE MENESES
07/10/2017 15h04 - atualizado

O promotor de Justiça Francisco de Assis. R. de Santiago Júnior, membro do Ministério Público do Estado (MP-PI) instaurou procedimento preparatório de Inquérito Civil Público, no dia 21 de setembro deste ano, para investigar possíveis irregularidades no Cartório de Avelino Lopes, interior do estado.

As irregularidades denunciadas ao Ministério Público são a respeito das aberturas de matrículas no cartório do município. Além disso, o promotor levou em consideração a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis.

  • Foto: Divulgação/MPMinistério Público do Estado do Piauí (MP-PI)Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI)

Por isso adotou as medidas cabíveis para a correta aplicação da lei, nos termos do art. 127, caput, da Constituição Federal de 1988, dessa forma instaurou o procedimento preparatório.