Piauí

Promotora investiga Fábrica de Cerâmica JM em Sussuapara

A portaria nº 54/2017 foi publicada do Diário de Justiça, assinada pela promotora Micheline Ramalho Serejo Silva, da Promotoria de Justiça de Picos.
RAYANE TRAJANO
10/06/2017 12h29 - atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí, através da Promotoria de Justiça de Picos, instaurou procedimento administrativo contra a Fábrica de Cerâmica JM, localizada no município de Sussuapara. A portaria nº 54/2017 foi publicada do Diário de Justiça que será disponibilizado na segunda-feira (12). 

A promotora Micheline Ramalho Serejo Silva, vai dar prosseguimento à investigação que foi iniciada em 2015, através de inquérito civil, baseado em denúncias feitas por Sônia Maria da Silva Leal, sobre a fumaça lançada pelas chaminé da fábrica, está prejudicando a saúde da populações circunvizinhas em Sussuapara.

“Cabe ao Ministério Público promover o inquérito civil, a ação civil pública e outras medidas e procedimentos administrativos pertinentes, para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses difusos e coletivos”, ressaltou a promotora na portaria.

Outro lado

O Viagora não consegui localizar nenhum representante da Fábrica JM para comentar o fato denunciado. O espaço está aberto para quaisquer esclarecimentos.