Piauí

Provas do concurso da Polícia Militar do Piauí serão reaplicadas

O delegado Kleydon Ferreira confirmou que parte da prova de português vazou ainda na sexta-feira (19). Alguns dos suspeitos detidos no domingo já respondem a processos anteriores.
RAYANE TRAJANO E ISABELA DE MENESES
22/05/2017 11h22 - atualizado

O presidente do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe), Pedro Júnior, informou nesta segunda-feira (22), que as provas objetivas do concurso da Polícia Militar do Piauí serão reaplicadas para os candidatos já inscritos, após suspeitas de fraude no certame. 

Segundo Pedro Júnior o Nucepe cancelou a primeira etapa do concurso para preservar os candidatos que participaram de forma lícita. "Considerando alguns indícios de possíveis vazamento de provas, até agora coletados pela polícia e pensando principalmente na lisura do processo e nos candidatos que participaram do certame de forma licita, nós vamos fazer uma reaplicação dessa primeira etapa do certame. Um novo cronograma será refeito e divulgaremos em breve". 

  • Foto: Isabela de Meneses/ViagoraPresidente do Nucepe Pedro JúniorPresidente do Nucepe Pedro Júnior

Ontem (21), durante a aplicação das provas, foram presas 12 pessoas. A maioria delas estava com o gabarito anotado. Foram também apreendidas ‘colas’ com alguns candidatos e informações de trechos da prova de português.

O delegado Kleydson Ferreira, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), confirmou que parte da prova de português vazou ainda na sexta-feira (19) e que alguns dos suspeitos detidos no domingo já respondem a processos anteriores. 

  • Foto: Isabela de Meneses/ViagoraDelegado do Greco Kleydson FerreiraDelegado do Greco Kleydson Ferreira

Kleydson Ferreira contou ainda que parte desses investigados por fraude eram de fora do estado. "Em grande maioria foram os candidatos que estavam inscritos [no concurso], a maioria de fora do estado”.

O secretário de Segurança, Fábio Abreu, confirmou que as pessoas que não quiserem mais participar do certame podem requerer a devolução da taxa de inscrição.

  • Foto: Isabela de Meneses/ViagoraSecretário de Segurança Fábio AbreuSecretário de Segurança Fábio Abreu

Mais na Web