Piauí

Radiologista suspendem greve no HUT após notificação da Justiça

O SINDSERM foi informado nesta terça (18) e a paralisação foi interrompida.
GABRIEL SOARES
19/04/2017 16h17 - atualizado

O judiciário do Piauí determinou a suspensão da greve deflagrada pelo setor de radiologia do Hospital de Urgência de Teresina. O Sindicato dos (as) Servidores (as) Públicos (as) Municipais de Teresina, (SINDSERM), foi notificado nesta terça-feira (18) e o movimento se encontra suspenso. A análise da ilegalidade da greve será feita em um audiência de conciliação ou mediação.

A cópia da decisão do Desembargador Sebastião Ribeiro Martins, onde ele determina a suspensão do movimento grevista dos radiologistas, foi recebida pelo SINDSERM ao meio dia. Assim, em caso de descumprimento, o desconto dos dias não trabalhados só é válido a partir desta quarta (19).

  • Foto: Street ViewHospital de Urgência de TeresinaHospital de Urgência de Teresina

De acordo com o presidente do sindicato, Sinésio Soares, a greve na saúde continua, pois a decisão é referente apenas a esse setor. "Essa greve é da Saúde, então essa decisão fala da decisão do pessoal da radiologia. E, nesse caso, não é mais a greve do SINDSERM. Tem outro sindicato que concovou depois da gente", explicou.

O SINDSERM vai convocar uma Assembleia específica para servidores da saúde municipal para discutir os rumos do movimento e a Greve Geral nacional do dia 28 de abril, contra a Reforma da Previdência, Reforma Trabalhista e terceirizações e sobre a ilegalidade da paralisação.

Mais conteúdo sobre: