Piauí

Redação passa a ser obrigatória em concursos públicos do Piauí

O governador Wellington Dias sancionou o projeto de lei de autoria do deputado estadual João de Deus.
RAYANE TRAJANO
01/10/2017 17h44 - atualizado

O governador Wellington Dias sancionou o projeto de lei de autoria do deputado estadual João de Deus, que determina a inclusão de prova de redação nos concursos públicos realizados no Estado do Piauí e estabelece outras medidas para evitar fraudes. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado do Piauí de quarta-feira (27).

A nova lei acrescenta as exigências a todos os concursos públicos realizados no Piauí, seja na administração direta ou indireta, autarquias ou fundações públicas, para preenchimento de quaisquer cargos públicos efetivos ou provisórios.

  • Foto: TRT/RNCoren lança Edital para concurso temporárioCoren lança Edital para concurso temporário

A proposta do deputado ocorreu depois que em concursos realizados pelo Piauí foram identificados vários casos de fraudes que funcionavam com um esquema parecido, onde um especialista responde a prova, anota o gabarito, e ao sair do local repassa a resposta para os candidatos, que ficam com um celular no local da prova.

A lei também institui que o candidato não poderá  sair da sala de aplicação de provas antes de 70% do prazo final. O candidato já condenado e apenado, mesmo autorizado a participar do certame por meio de despacho judicial, deverá realizar a prova em sala provida de câmeras filmadoras e demais medidas protetivas para sigilo das provas.

Mais conteúdo sobre: