Política

Regina Sousa critica Medida Provisória que emancipa assentamentos

De acordo com a parlamentar, o projeto atende apenas aos desejos da bancada ruralista, formada por latifundiários, que para a senadora querem ter de volta as terras dos assentamentos.
ISABELA DE MENESES
01/06/2017 16h16 - atualizado

A senadora Regina Sousa (PT-PI) protestou no Plenário do Senado, na última quarta-feira (31), contra a Medida Provisória aprovada (MP 759/2016), que segundo ela impõe regras para regularização fundiária e emancipa assentamentos da reforma agrária, mesmo os que não se encontram em condições de sobrevivência sustentável.

De acordo com a parlamentar, o projeto atende apenas desejos da bancada ruralista, formada por latifundiários, que para a senadora querem ter de volta as terras dos assentamentos. “Quem defende essas coisas nunca colocou um pé em um assentamento lá no semiárido. Vamos visitar um assentamento lá no semiárido, um daqueles que ainda são abastecidos de água por carro pipa. Botem o pé lá, quem sabe assim amolecem o coração”.

  • Foto: Facebook/Regina SousaSenadora Regina Sousa (PT-PI)Senadora Regina Sousa (PT-PI)

Regina Sousa citou ainda alguns assentamentos bem-sucedidos no estado do Piauí, mas disse que eles são exceção. Além disso criticou mais uma vez a e medida dizendo que antes de emancipar e deixar de investir nos assentamentos é necessário que o governo realize obras de infraestrutura e melhorias que são cobradas pelas comunidades. “Titulação é uma coisa boa, mas não se pode emancipar o que ainda não está pronto para caminhar sozinho, sem apoio”, declarou. 

Mais conteúdo sobre: