Política

Regina Sousa diz que cidadão é despreparado para porte de arma

O senador Wilder Morais, autor da proposta do plesbicito, disse que o acesso às armas não pode ser irrestrito.
ISABELA DE MENESES
09/10/2017 10h00 - atualizado

Na última sexta-feira (06), durante discussão da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), a respeito de um possível plesbiscito para votação sobre uso de arma de fogo para qualquer cidadão, a presidente da Comissão, senadora Regina Sousa (PT-PI), disse ser contra, por ser um momento que população se sente insegura.

“É preciso antes fazer uma discussão de um plano de segurança único, com participação dos estados e dos municípios. As polícias, que têm treinamento, às vezes agem de maneira errada, imagine as pessoas comuns que não têm treinamento? Vai comprar uma arma e levar para casa?”, questionou Regina Sousa.

  • Foto: Agência SenadoRegina SousaRegina Sousa

Segundo a Agência Senado, em resposta, o senador Wilder Morais (PP-GO), autor da proposta do plesbiscito, disse que o acesso às armas não pode ser irrestrito. De acordo com ele, o cidadão deverá passar por testes psicológicos e treinamento direcionado para a autodefesa.

Mais conteúdo sobre: