Política

Regina Sousa questiona julgamento do Conselho de Ética do Senado

A senadora se referiu a denúncia acolhida pelo presidente do Conselho de Ética, , senador João Alberto (PMDB-MA).
ISABELA DE MENESES
15/07/2017 09h47

Na última quarta-feira (12), a senadora Regina Sousa (PT-PI) questionou a capacidade de o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar julgar o protesto contra a reforma trabalhista, ocorrido durante a sessão plenária no dia anterior, em que a senadora e outras 5 parlamentares fizeram parte.

Regina Sousa e as outras senadoras de oposição a reforma ocuparam a Mesa do Plenário e atrasaram a votação, dessa forma se tornaram alvo de uma denúncia acolhida pelo presidente do Conselho de Ética, senador João Alberto (PMDB-MA).

  • Foto: Agência SenadoRegina Sousa fala sobre denúncia no SenadoRegina Sousa fala sobre denúncia no Senado

“Alguém falou aqui em golpe [em razão do protesto]. Golpe foi o que foi dado aqui contra uma presidente eleita [Dilma]. Isso, sim, foi golpe. Um golpe articulado minimamente, 14 meses preparando para dar um golpe, e botaram lá uma pessoa que se revelou o que se revelou”, disse Regina.

Segundo a Agência Senado, a parlamentar lembrou que o mesmo Conselho de Ética arquivou o processo de cassação do mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG), acusado no âmbito da Operação Lava Jato.

A senadora Regina Sousa e outros 14 parlamentares assinaram um pedido de reconsideração da denúncia, na quinta-feira (13), o autor da peça foi senador José Medeiros (PSB-MT). Entre os senadores que assinaram estão Ciro Nogueira e Elmano Férrer, que anteriormente haviam assinado a denúncia contra a senadora piauiense. 

Mais conteúdo sobre: