Política

Robert Rios diz que decreto de emergência não resolve nada

O paramentar afirmou o estado têm feito muito pouco para amenizara situação.
GABRIEL SOARES
25/08/2017 10h09 - atualizado

O Deputado Estadual Robert Rios (PDT) lamentou que o Governo Estadual “tenha feito muito pouco para amenizar a situação” da violência, que segundo ele, é o assunto predominante nas rodas de conversas dos piauienses. O parlamentar ainda afirmou que o governado Wellington Dias só veio a público declarar estado de emergência na Segurança Pública após o incêndio de vários ônibus.

“Na campanha eleitoral ele dizia que a secretaria teria estado de emergência no primeiro dia de governo. Ele fez isso, mas não resolveu nada. Decreto de emergência só serve para que a secretaria dispense as licitações. Agora ele vem de novo com essa proposta, ou seja, começou o governo decretando emergência e está quase no final reeditando o decreto novamente, sem resolver nada”, frisou.

  • Foto: Divulgação/AlepiDeputado Robert Rios (PDT) assume presidência da Comissão de Segurança da AlepiDeputado Robert Rios (PDT) assume presidência da Comissão de Segurança da Alepi

Robert Rios disse ter assistido uma entrevista do responsável pelas audiências de custódia e execuções penais, juiz Luiz Moura. O magistrado lamentou profundamente a situação do sistema prisional piauiense, onde há grandes problemas de superlotação. “Os presos estão amontoados, feito animais”, resumiu.

O deputado também ressaltou que a precarização dos presídios gera conflitos internos, que geram grande repercussão fora, nas ruas, como foi o caso do incêndio de ônibus e outros veículos ocorrido no início da semana. “Isso aumenta a violência na sociedade. São os incêndios, são homicídios ordenados de dentro das cadeias”, afirmou.

Mais conteúdo sobre: