Política

Rodrigo Janot pede prisão de Joesley Batista e de ex-procurador

O pedido de Janot vai ser avaliado pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF.
RAYANE TRAJANO
09/09/2017 08h17

O procurador-geral da República Rodrigo Janot enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF), nessa sexta-feira (08), o pedido de prisão do dono da J&F, Joesley Batista, do diretor do grupo, Ricardo Saud, e do ex-procurador Marcelo Miller.

O pedido de Janot vai ser avaliado pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF.

  • Foto: Rovena Rosa/Agência BrasilJoesley BatistaJoesley Batista

Em uma gravação entregue pelos próprios delatores, Joesley e Saud conversam sobre a ajuda de Marcelo Miller na delação premiada que aconteceu em seguida. De acordo com a investigação, Miller ainda trabalhava no Ministério Público Federal quando começou a negociar com os executivos, a delação que tinha como base o áudio de conversa com o presidente Michel Temer. Miller só saiu do MPF no mês de abril.