Política

Romero Jucá rejeita todas as 178 emendas à Reforma Trabalhista

As últimas discussões da Reforma aconteceram nessa quinta-feira (06).
VITOR FERNANDES
06/07/2017 16h01 - atualizado

As últimas discussões da Reforma Trabalhista (PLC 38/2017) aconteceram nessa quinta-feira (06). O relator da reforma no Senado Federal, Romero Jucá (PMDB-RR), deu parecer contrário a todas as 178 emendas apresentadas ao texto em Plenário. A proposta deve ser votada na próxima terça-feira (11).

  • Foto: Edilson Rodrigues/Agência SenadoSenador Romero Jucá (à direita) assumiu a relatoria das emendas de Plenário.Senador Romero Jucá (à direita) assumiu a relatoria das emendas de Plenário.

Ricardo Ferraço (PSDB-ES) havia sido escolhido pelo presidente Eunício Oliveira para assumir a relatoria das emendas, mas estava ausente. O líder do governo disse que não haverá mais debates sobre o tema, apenas a votação do texto principal e de destaques de bancadas apresentados.

"Vamos fazer o debate de alto nível. É natural que cada um marque sua posição num tema tão importante. Que prevaleça a vontade da maioria", disse Jucá.

O senador Paulo Paim (PT-RS) protestou contrário à Reforma e disse votaria favorável às emendas se tivesse sido indicado para ser relator no Plenário. Paim foi o autor do relatório que saiu vencedor na Comissão de Assuntos Sociais, recomendando a rejeição total do projeto.

Não há mais prazo para inclusão de emendas. De acordo com a Agência Senado a maioria das sugestões de mudanças levadas ao Plenário foi apresentada por oposicionistas, mas até senadores do PMDB, partido do governo, também indicaram alterações à proposta.