Polícia

Segurança registra 385 mortes violentas no Piauí em 2017

Os dados são parte de um levantamento feito pela Secretaria de Segurança Pública, sobre os registros de criminalidade na capital e interior.
RAYANE TRAJANO
15/08/2017 07h40

A Secretaria de Segurança Pública do Piauí divulgou o balanço do registro de criminalidade de janeiro a julho de 2017. Nesse período foram contabilizadas 385 mortes violentas no estado, são os chamados Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs).

Nos CVLIs incluem homicídios dolosos, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e estupro seguido de morte. Comparando junho a julho, houve uma queda de 22,5% desses crimes na capital.

O número de roubo de veículos também sofreu redução significativa em Teresina. No sétimo mês do ano, a Polinter registrou 173 casos. No mesmo período do ano de 2016 foram contabilizadas 198 ocorrências, representando uma queda de 13%. Considerando os assaltos de uma forma geral, o decréscimo na capital piauiense foi de 2%.

  • Foto: Isabela de Meneses/ViagoraSecretário de Segurança Fábio AbreuSecretário de Segurança Fábio Abreu

“Esse número é resultado de um trabalho rotineiro das instituições que fazem a Segurança Pública. No caso da Polícia Militar estamos intensificando as rondas nos bairros e a Polícia Civil vem realizando operações com o intuito de prender acusados de crimes. Para nós é uma grande conquista porque enquanto os outros estados brasileiros registram aumento de violência, o Piauí se destaca pela redução. Queremos reduzir ainda mais”, avaliou o secretário Fábio Abreu.