Piauí

Servidora pública denuncia salário atrasado em Esperantina

Segundo a servidora, o Sindicato dos Servidores Públicos de Esperantina não se posiciona ou esclarece a situação.
JOSEFA GEOVANA E VITOR FERNANDES
14/09/2017 16h21 - atualizado

A funcionária pública da Secretaria de Saúde de Esperantina, Givanilda Carvalho, relatou em entrevista ao Viagora nesta quinta-feira (14), que o salário da categoria está atrasado. 

A servidora já utilizou uma rede social para manifestar indignação e pedir esclarecimentos a respeito do atraso de salários dos servidores da saúde no município.

  • Foto: Facebook / Givanilda Carvalho.Publicação feita pela digitadora Givanilda Carvalho.Publicação feita pela digitadora Givanilda Carvalho.

Givanilda Carvalho fez publicações em sua conta do facebook em busca de informações a respeito de quando será realizado o pagamento, pois segundo a digitadora ninguém se manifesta a respeito do assunto. “Eu só estou mostrando no meu facebook a minha indignação, porque em nenhum momento o gestor, a prefeita, ou o secretário se manifestam e dão uma justificativa a respeito do atraso de salários”, relatou. 

De acordo com Givanilda, o salário de servidores da Secretaria de Saúde deveria ter sido pago no último domingo (10).

Não é a primeira vez que isso acontece, pois a prefeita Vilma Amorim também atrasou o salário de professores e dos funcionários que realizam a limpeza pública, que estão há 3 meses sem receber, deixando a cidade em uma situação desesperadora.

Segundo a servidora, o Sindicato dos Servidores Públicos de Esperantina não se posiciona ou esclarece a situação. “O sindicato também não se manifesta em nada, pois eles agem com o apoio da prefeita Vilma”, declarou Givanilda.

Vilma Amorim, em maio desse ano, foi notificada pelo Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) por ultrapassar em 54% os gastos com a folha de pagamento municipal.

Outro lado

Procurada pelo Viagora nesta quinta-feira (14), a prefeita Vilma Amorim explicou que os pagamentos serão liberados a partir desta sexta-feira (15). “Todos os funcionários estão recebendo os seus salários amanhã, inclusive porque o Ministério (da Saúde) não estava passando recursos. Os recursos estão entrando na conta hoje à noite”, informou.

Mais conteúdo sobre: