Piauí

Sílvio Mendes lamenta tiroteio próximo ao Hospital do Promorar

O caso aconteceu na noite desta terça-feira (18) e deixou dois feridos.
RAYANE TRAJANO
19/07/2017 15h53

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Sílvio Mendes, deu entrevista durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (12), e falou sobre o caso de um tiroteio que aconteceu ontem à noite próximo ao Hospital do Promorar, zona Sul de Teresina.

“Foi no final do plantão, a equipe estava atendendo quando ouviu os tiros. Um deles entrou em uma porta de vidro e a bala se alojou no chão de um consultório, mas não atingiu ninguém dentro do hospital. Mas fora atingiu uma mulher no peito, a mão de um rapaz e  passou de raspão na cabeça de uma criança. A mulher foi atendida no próprio hospital e  encaminhada para o HUT (Hospital de Urgência de Teresina) onde passou por cirurgia”, relatou Sandra Marina, diretora do Hospital do Promorar.

Ela disse ainda que a equipe de trabalhadores de saúde está em pavorosa. “Estamos recebendo muitas vítimas de arma de fogo e deixa a equipe muito preocupada em atender. Hoje temos dificuldade de ter profissionais para atender na portaria”, afirmou ela.

  • Foto: Divulgação/FMSSílvio MendesSílvio Mendes

Sílvio Mendes disse que já esteve reunido com representantes da segurança pública, na tentativa de encontrar soluções.

“Fábio Abreu esteve aqui conosco, os diretores de hospitais colocando as dificuldades dos estabelecimentos de saúde e pedindo orientação de como proceder em determinadas situações. O comandante da Polícia Militar, Carlos Augusto, esteve conosco aqui. Só que é uma coisa maior do que eles. Seria injusto a gente transferir responsabilidades como se isso fosse dá jeito. Claro, não podemos nos acostumar com isso”, disse Sílvio Mendes.