Piauí

Sindicato diz que vai pedir que MPF investigue agressão a engenheiro

O Sindicato afirma que solicitará uma investigação urgente do Ministério Público Federal e Estadual e exigirá dos órgãos de segurança do estado a apuração dos fatos.
VITOR FERNANDES
05/09/2017 16h48 - atualizado

O Sindicato dos Engenheiros do Piauí (Senge) e a Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) emitiram nota de repúdio à agressão ao engenheiro Herbert dos Santos Matos, durante ato político no sábado (02), no clube da Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal (APCEF), em Teresina.

  • Foto: DivulgaçãoPresidente do Sindicato dos Engenheiros do Piauí, Antonio Florentino de Souza Filho.Presidente do Sindicato dos Engenheiros do Piauí, Antônio Florentino de Souza Filho.


O Sindicato afirmou que solicitará uma investigação urgente do Ministério Público Federal e Estadual e exigirá dos órgãos de segurança do estado a apuração dos fatos e exemplar punição aos envolvidos neste ato que julga covarde. Esse ato teria sido provocado por seguranças da comitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A assessoria jurídica do Senge disse está à disposição do engenheiro Herbert Matos Júnior para representá-lo em quaisquer demandas judiciais. O SENGE e a FNE ressaltam que repudiam qualquer ato de violência, sobretudo por orientação política.