Polícia

Sinpolpi pede interdição da delegacia de Alto Longá

O sindicato já entrou com várias denúncias junto ao Ministério Público pedindo a interdição, alegando as más condições do prédio da delegacia.
VITOR FERNANDES
10/10/2017 16h37 - atualizado

Após denúncias, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Piauí (Sinpolpi) solicita que a delegacia do município de Alto Longá seja interditada até que seja resolvida pelo governo do Estado a situação do prédio que dizem estar totalmente insalubre para policiais e para a sociedade que necessita dos serviços prestados.

“Essa e a única delegacia da cidade e, há muitos anos, se encontra em estado deplorável de completo abandono por parte do governo do Estado. Por conta das nossas denúncias, o Ministério Público ajuizou uma ação civil pública solicitando a intervenção do local. Esse processo encontra-se na comarca de Alto Longá”, esclareceu o presidente do sindicato, Constantino Júnior.

Junto ao processo, foram adicionadas também as constatações da recente visita do Corpo de Bombeiros à delegacia, que, segundo o Sinpolpi, condenou todo o espaço utilizado pela distrital.

Constantino Júnior afirmou ainda que aguarda que o judiciário possa se manifestar o quanto antes em relação ao fechamento da delegacia.

Veja o vídeo divulgado pelo Sinpolpi: