Geral

SOS Mata Atlântica faz monitoramento nos rios Parnaíba e Poti

O projeto pretende monitorar e instruir população comum a monitorar a água dos rios.
GABRIEL SOARES
31/05/2017 10h35 - atualizado

A Fundação SOS Mata Atlântica está em Teresina realizando mais uma etapa do projeto “Observando os Rios” O projeto que busca incentivar a população a formar grupos voluntários de monitoramento da qualidade da água dos rios de suas cidades. O monitoramento dos rios Parnaíba e Poti será feita em dez pontos, sendo um por grupo.  Ação se estende até a próxima sexta-feira (2). Uma das equipes estará nas imediações do Troca-Troca, na Avenida Maranhão nesta quarta-feira (31), por volta das 15h.

Nessa fase, as equipes estão sendo capacitadas sobre a metodologia de trabalho e o uso dos kits especiais, necessários para fazer a coleta e análise da água. Essa etapa teve início ontem (29), quando os voluntários participaram de uma palestra com explanações teóricas sobre o projeto, realizada no auditório da Central de Artesanato Mestre Dezinho. O espaço foi coordenado pelo educador ambiental César Pegoraro, que esteve em Teresina em março realizando o primeiro contato dos teresinenses com essa iniciativa.

  • Foto: Divulgação/Prefeitura de TeresinaProjeto Observando os Rios da SOS Atlântica pretende monitorar poluição nos rios.Projeto Observando os Rios da SOS Atlântica pretende monitorar poluição nos rios.

Segundo o educador ambiental, o “Observando os Rios” também tem a proposta de mobilizar, sensibilizar e educar a população sobre o cuidado com nossos rios. “É uma maneira de fazer com que população se volte para nossos rios, que tenha sensação de pertencimento quanto a eles. Esse processo de sensibilização é extenso, mas é fundamental. Temos exemplo de rios que saíram da qualidade de péssimos para bons”, destacou César.

Para o gestor da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semam), Olavo Braz, projetos como esses são de grande importância por envolverem a população. “Esse é projeto que deve trazer resultados positivos para nossa cidade, assim como para cidades por onde ele é realizado. Fazer com que a comunidade se envolva em uma questão como essa é muito importante, pois também é uma forma de cobrar mais providências da gestão pública. Estamos à disposição para o que for necessário”, pontuou.

O projeto Observando os Rios tem como objetivo formar 10 grupos de monitoramento da qualidade da água em cada um dos 17 estados da Mata Atlântica. Atualmente, são 212 grupos de monitoramento que analisam a qualidade da água em 257 pontos, 197 rios, em 80 municípios dos estados de SP, RJ, ES, BA, MG, PB, PE, AL, CE, SC, PR, RN e DF, envolvendo cerca de 3,4 mil pessoas.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web