Política

STF julga nesta terça-feira (20) novo pedido de prisão de Aécio Neves

A primeira corte do STF que está responsável por avaliar o pedido. O ministro Marco Aurélio Mello é relator do caso.
ISABELA DE MENESES
20/06/2017 11h53 - atualizado

Um novo pedido de prisão do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), apresentado a Procuradoria Geral da união, deve ser julgado hoje (20) pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a partir das 14 horas.

O pedido de prisão de Aécio alega que o parlamentar afastado pode oferecer risco as investigações sobre os crimes que está sendo acusado, de corrupção passiva e obstrução da Justiça.

A primeira corte do STF que está responsável por avaliar o pedido. O ministro Marco Aurélio Mello, que é relator do caso, junto os ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux vão julgar o caso.

  • Foto: Facebook/Aécio NevesSenador afastado Aécio Neves (PSDB-MG)Senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG)

Mesmo que o pedido de prisão seja aceito pela pelo STF, o senador Aécio só pode ser preso se pelo menos 41 dos 80 senadores concordarem com o Supremo.

Caso o STF resolva pela prisão, em 24 horas a decisão chega ao Senado. Hoje o STF também avalia um pedido da defesa do senador, que pede que ele volte ao exercício do mandato.

Mais conteúdo sobre: