Política

TCE mantém suspensão de contrato e multa prefeito Venicio do Ó

O tribunal manteve a decisão anterior do conselheiro relator e adicionou multa a ser paga pelo prefeito. O relator do processo é o conselheiro Luciano Nunes Santos.
GABRIEL SOARES
01/10/2017 17h54 - atualizado

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) aceitou uma denúncia contra o prefeito de Pimenteiras, Antônio Venicio do Ó de Lima por irregularidades em um processo licitatório realizado neste ano. O relator do processo é o conselheiro Luciano Nunes Santos.  O tribunal também suspendeu o certame e multou o gestor municipal.

  • Foto: Divulgação/TCE PiauíTribunal de Contas do Piauí (TCE-PI).Tribunal de Contas do Piauí (TCE-PI) acata denúcnia contra prefeito de Pimenteiras.

Conforme a denúncia presentada pelo vereador Jander Martins Nogueira, o presidente da comissão de licitação  Francisco Alex Soares Pereira, publicou em 9 de março deste ano, o processo licitatório anunciado, com data prevista para 27 de março. Porém, a licitação foi cancelada em 23 de março.

Ainda assim, fora anunciada, três dias depois, nos Diário dos Município, uma nova data para o pregão, que iria ocorrer em 18 de abril. No dia em questão, não houve a realização do evento, bem como a presença da comissão de licitação e das empresas interessadas no evento. Foi solicitada uma certidão da secretária municipal Janaina Lacerda, mas foi negada pela gestão municipal.

Em 24 de abril, houve a publicação do Extrato de Contrato junto ao Diário dos Municípios, onde a empresa Instituto Legatus LTDA, foi contratada no referido processo administrativo, no valor de R$ 204 mil.

  • Foto: Reprodução/Facebook/Venicio de ÓPrefeito é acusado de realizar processo licitatório irregular.Prefeito é acusado de realizar processo licitatório irregular.

O conselheiro já havia determinado a suspensão do contrato. Assim, no julgamento pela corte de Contas, o Tribunal decidiu manter a decisão, em unanimidade, em virtude da fala de publicidade no processo licitatório e pela suspensão do contrato entre o Município de Pimenteiras e a Empresa Instituto Legatus Ltda.

Fora isso, o TCE também aplicou uma multa à Venicio de Ó no valor de 200 UFR-PI (R$ 640,00) e a suspensão de empenhos e qualquer pagamento entre o município e a empresa.

Outro lado 

O prefeito Venício do Ó não foi localizado para comentar o caso. O espaço está aberto para esclarecimentos. 

Mais conteúdo sobre: