Piauí

TCE suspende contratação de R$ 516 mil feita por Mão Santa

O Tribunal determinou que o prefeito Mão Santa providencie os documentos que justifiquem o contrato, no prazo de 10 dias.
RAYANE TRAJANO
19/03/2017 08h35 - atualizado

O Tribunal de Contas do Estado de Piauí decidiu por unanimidade suspender o pagamento de R$ 516.000,00 (quinhentos e dezesseis mil reais), referente uma contratação sem licitação feita pelo prefeito de Parnaíba, Mão Santa. A decisão ocorreu em sessão plenária no dia 16 de março.

O prefeito contratou, de forma direta, a empresa A.O.S Software para prestação de sistema integrado "necessário às atividades administrativas, com treinamento de pessoal". O extrato da contratação foi publicado no Diário Oficial dos Municípios no dia 10 de março.

  • Foto: Facebook/ Mão SantaMão SantaMão Santa

Com a publicação do contrato, o Ministério Público de Contas protocolou representação no TCE, solicitando a suspensão do pagamento à empresa.

Na quinta-feira (16), os conselheiros apreciaram o pedido e acolheram a solitação, determinando a suspensão do pagamento, até que seja comprovada perante a Divisão  Técnica do Tribunal a legalidade da contratação; além de determinar  que o prefeito Mão Santa providencie os documentos que justifiquem o contrato, no prazo de 10 dias.

Outro lado

O Viagora tentou contato com o prefeito Mão Santa neste sábado (18), mas não conseguiu localizá-lo.