Geral

TCU aprova com ressalvas contas do governo de Dilma e Temer

A apreciação abrange a análise das contas consolidadas de ministérios e outros órgãos e entidades dependentes do orçamento federal.
VITOR FERNANDES
01/07/2017 08h12 - atualizado

Os pareceres prévios das contas do governo de Lula e Dilma foram entregues ao Congresso Nacional na última quarta-feira (28) pelo relator das contas do governo federal de 2016 no Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Bruno Dantas. O tribunal aprovou, com ressalvas, as contas dos dois presidentes.

O relator afirma que houve diferenciação na entrega dos relatórios relacionados aos últimos presidentes. “Foi um exercício atípico. Isso levou a uma prática não usual, que foi separar os relatórios”.

A apreciação abrange a análise das contas consolidadas de ministérios e outros órgãos e entidades dependentes do orçamento federal. O relator das contas do governo ainda não foi definido pela Comissão Mista de Orçamento (CMO). Ainda estão pendentes de análise pela comissão as contas das gestões de Fernando Collor em 1990 e 1991 e de Dilma em 2014 e 2015.

De acordo com a Agência Câmara nesses dois últimos anos, o TCU votou pela rejeição das contas, o que serviu de base para o processo de impeachment de 2016.

Mais conteúdo sobre: