Polícia

Tenente do Exército mata a namorada após discussão no Bendito Boteco

O militar ainda atirou contra outras duas jovens que estavam com ele. Elas ficaram feridas e foram encaminhadas ao Hospital de Urgência de Teresina.
RAYANE TRAJANO E GABRIEL SOARES
19/06/2017 08h29 - atualizado

O tenente do Exército, José Ricardo Silva Neto, de 23 anos, foi preso na madrugada desta segunda-feira (19), na zona leste de Teresina, após matar a namorada Iarla Lima Barbosa, de 25  anos, e atingir com tiros outras duas garotas.

O homicídio ocorreu por volta de 1h. O tenente e as vítimas tiveram um desentendimento no bar Bendito Boteco, localizado na Avenida Nossa Senhora de Fátima.

De acordo com o tenente Nepomuceno, da Rone, José Ricardo atirou contra as garotas dentro do veículo.

  • Foto: DivulgaçãoTenente José Ricardo Silva NetoTenente José Ricardo Silva Neto

“Ele estava no bar Bendito, na [avenida] Nossa Senhora de Fátima e houve alguma situação que incomodou ele, ele saiu do restaurante com a namorada, a irmã e outra amiga, entraram no carro dele. Dentro do carro ainda, na parte externa do Bendito, ele começou a atirar na namorada, que estava do lado dele e tentou atirar nas duas que estavam atrás e atingiu as duas, mas elas conseguiram pular do carro”, relatou o militar.

  • Foto: DivulgaçãoJosé Ricardo Silva e Iarla Lima BarbosaJosé Ricardo Silva e Iarla Lima Barbosa

Durante a ação,  José Ricardo também ficou ferido. “Ele estava com um tiro na perna. A gente acha que nesse movimento de tentar atirar nas duas, ele acabou se machucando também”, disse o tenente Nepomuceno.

Após o ocorrido, José Ricardo foi para casa, com a namorada morta no carro, chegando lá, ele se trancou no apartamento, a equipe da Rone chegou em seguida e fez a prisão dele, que não ofereceu resistência.  

  • Foto: DivulgaçãoO tenente levou a namorada morta para o apartamentoO tenente levou a namorada morta para o apartamento

As duas vítimas feridas foram encaminhadas ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e o oficial do exército foi para o hospital militar.

Mais conteúdo sobre: