Piauí

TJ decreta fim da greve dos técnicos de radiologia do HUT

A liminar foi concedida com base na lei 7.783/89, artigo 13, que diz ser obrigatório o comunicado da paralisação com 72 horas antes do início do movimento.
ISABELA DE MENESES
12/04/2017 10h42 - atualizado

A greve dos profissionais do setor de radiologia do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), que teve início na última terça-feira (11), foi decretada como ilegal pelo Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), além disso o TJ também decretou a volta imediata dos técnicos ao trabalho. O desembargador Sebastião Ribeiro Martins, foi responsável pelo despacho, acatando mandado de segurança da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

A liminar foi concedida com base na lei 7.783/89, artigo 13, que diz ser obrigatório o comunicado da paralisação com 72 horas antes do início do movimento. Essas atividades do HUT estão enquadradas como serviços de emergência.

  • Foto: Reprodução/GoogleMapsHospital de Urgência de TeresinaHospital de Urgência de Teresina

Com a decisão do TJ, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (Sindserm) e o Sindicato dos Tecnólogos, Técnicos e Auxiliares em Radiologia (Sinttear), precisam informar aos profissionais sobre a volta ao trabalho, correndo o risco de pena de multa diária de R$ 20.000 e desconto relacionado aos dias parados.

Mais conteúdo sobre: