Geral

Trabalhadores dos Correios aceitam proposta de reajuste do TST

Na proposta, o TST prevê reajuste de 2,07% retroativo ao mês de agosto de 2017, compensação de 64 horas e desconto dos demais dias de ausência.
ISABELA DE MENESES
07/10/2017 10h26

Na última sexta-feira (06), a maioria dos sindicatos de trabalhadores dos Correios realizou assembleias e votou pela aceitação da proposta de acordo e reajuste do ministro Emmanoel Pereira, vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho.

Na proposta, o TST prevê reajuste de 2,07% retroativo ao mês de agosto de 2017, compensação de 64 horas e desconto dos demais dias de ausência, além da manutenção das cláusulas já existentes. Uma delas a cláusula 28, que trata do plano de saúde e continua valendo.

  • Foto: Google MapsAgência dos correios no Centro de Teresina.Agência dos correios no Centro de Teresina.

Cerca de 90% dos 108 mil empregados que compõem o quadro funcional, já estão trabalhando normalmente em todo o país. A rede de atendimento está aberta em todo o Brasil e todos os serviços, inclusive o Sedex e o PAC, continuam disponíveis.

Apenas os serviços com hora marcada ainda estão suspensos. Neste fim de semana mais um mutirão nos Correios vai ser realizado e a expectativa é de entregar aproximadamente 5 milhões de cartas e encomendas.

Mais conteúdo sobre: