Piauí

TRE-PI condena prefeito Luiz Menezes por propaganda irregular

Ambos os gestores devem pagar multa no valor mínimo de cinco mil reais por cada propaganda irregular constatada.
ISABELA DE MENESES
26/07/2017 20h01 - atualizado

O prefeito do município de Piripiri, Luiz Cavalcante e Menezes, e o vice-prefeito, Muriel Queiroz Cavalcante Carvalho, foram condenados pelo Tribunal Regional Eleitoral por propaganda eleitoral irregular na campanha de 2016. A decisão é dessa terça-feira (25).

Ambos os gestores devem pagar multa no valor mínimo de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por cada propaganda irregular constatada pelo TRE durante a campanha eleitoral.

  • Foto:Prefeitura de PiripiriPrefeito Luiz MenezesPrefeito Luiz Menezes

A denúncia foi feita pela Coligação Renova Piripiri: Novo Caminho (PP/PTC/PDT/PSL), ajuizada na 11ª Zona Eleitoral.

Os denunciantes alegaram que, “os candidatos afixaram placa com dimensões de 1,3m de altura por 4m de largura com efeito visual de outdoor, em frente ao seu comitê de campanha, afrontando a legislação vigente com fotografias dos candidatos a prefeito e vice, bem como os nomes das coligações majoritária e proporcional”.

O relator do processo foi o Juiz Federal, Daniel Santos Rocha Sobral.

Outro lado

O Viagora tentou entrar em contato com o prefeito Luiz Menezes e o vice-prefeito Muriel Queiroz, por meio do número da prefeitura de Piripiri, mas não conseguiu localiza-los. O espaço permanece aberto para esclarecimentos.

Mais conteúdo sobre: