Piauí

Tribunal de Justiça determina nova prisão do empresário Franly Lima

O empresário está sendo acusado de possuir uma dívida de pensão alimentícia. A determinação é desta quarta-feira (06).
VITOR FERNANDES
06/12/2017 14h21 - atualizado

O desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí, Joaquim de Santana Filho, determinou novamente nesta quarta-feira (06) a prisão do empresário Franly Lima, acusado de possuir uma dívida de pensão alimentícia. A Divisão de Capturas cumpriu o primeiro mandado contra o empresário, mas ele foi solto no mesmo dia.

  • Foto: Facebook/ Franly LimaFranly LimaFranly Lima

“Não havendo comprovante de pagamento das três últimas parcelas de alimentos anteriores à propositura da execução, e não tendo o devedor justificado o inadimplemento, não há por que falar em ilegalidade da prisão decretada”, justifica o texto da decisão.

Uma liminar foi concedida no Plantão Judiciário, sob o fundamento de que o paciente havia comprovado o pagamento das três últimas parcelas da dívida alimentar. Entretanto, de acordo com Joaquim Filho, verificou-se que tais comprovantes não existem nos autos, motivo pelo qual a liminar deve ser revogada, restabelecendo-se a prisão decretada. Sendo assim o desembargador determinou a expedição de mandado de prisão.

Mais na Web