Piauí

TSE adia julgamento de ação que pede cassação da chapa Dilma- Temer

O prazo de cinco dias, passa então a contar depois que as novas testemunhas forem ouvidas.
RAYANE TRAJANO
04/04/2017 11h40 - atualizado

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, nesta terça-feira (04), adiar o julgamento da ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, formada nas eleições de 2014. Todos os ministros foram favoráveis.

A decisão foi dada concedendo prazo de cinco dias para as alegações finais das defesas.

  • Foto: DivulgaçãoDilma e TemerDilma e Temer

Além de conceder o prazo adicional às defesas, os ministros autorizaram a reabertura da fase de coleta de provas para ouvir novas testemunhas. O prazo de cinco dias, passa então a contar depois que as novas testemunhas forem ouvidas.

Assim, o julgamento deve ser retomado apenas a partir da última semana de abril, tendo em vista o feriado de Páscoa e viagens oficiais do presidente do tribunal, Gilmar Mendes, responsável pela condução dos trabalhos.

Mais na Web