Piauí

Wellington Dias autoriza concurso para professor efetivo da Uespi

O Governador também autorizou a contratação de 70 professores substitutos, para preencher vagas abertas por rescisão de contratos.
VITOR FERNANDES
30/09/2017 15h30 - atualizado

O governador Wellington Dias autorizou na última sexta-feira (29), a realização de concurso público para contratação de 197 professores efetivos para a Universidade Estadual do Piauí (Uespi). Também houve a autorização de contratação de 70 professores substitutos para preencher vagas abertas por rescisão de contratos.

  • Foto: AscomAudiência com o Reitor da Uespi, Nouga Cardoso.Audiência com o Reitor da Uespi, Nouga Cardoso.

Além das vagas já estabelecidas, um quantitativo extra correspondente a 20%, cerca de 40, ficará classificado para chamamento posterior, dependendo da disponibilidade orçamentária do Poder Executivo. A previsão é que o edital seja publicado já no mês de outubro.

“Primeiro teremos prova escrita, depois a prova didática, seguida dos títulos. Concursos para a academia costumam ser longos, duram de 6 a 8 meses. Iniciando ainda esse ano, temos uma perspectiva muito boa para contratação no final do primeiro semestre de 2018”, comemorou o reitor da Uespi, Nouga Cardoso.

Sobre a autorização de contratação imediata de 70 professores substitutos, sabe-se que os contratados cuidarão das disciplinas que estão descobertas desde o início desse segundo semestre letivo. De acordo com o reitor Nouga Cardoso, os candidatos já estão selecionados, garantiram vaga em certames anteriores.

O governador Wellington Dias anunciou também a sanção da lei recém-aprovada pela Assembleia Legislativa do Piauí que organiza o organograma administrativo da Uespi. A medida permite o enquadramento para ocupação de mais de 400 cargos comissionados na instituição.

“É uma reorganização administrativa da Uespi. Uma cobrança de 31 anos, onde agora ela passa a sua completa legalização”, pontuou o governador.