Política

Wellington Dias diz que Lula “foi condenado sem provas”

Lula foi condenado a 9 anos e meio de prisão.
VITOR FERNANDES
12/07/2017 17h48 - atualizado

O governador do Piauí, Wellington Dias, expressou opinião sobre a condenação do ex-presidente Lula, proferida nesta quarta-feira (12) pelo Juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato em primeira instância.

Wellington lamentou a condenação e diz que a decisão não tem amparo legal. “O nosso presidente Lula foi condenado sem provas, algo lamentável, mas infelizmente já esperado. No processo fica comprovado que o apartamento está em nome de uma empresa, inclusive impedido de ser repassado”, justifica seu posicionamento. 

  • Foto: Lucas DiasWellington Dias e LulaWellington Dias e Lula

O governador espera que a sentença determinada hoje possa ser revisada. “O próprio texto do juiz reconhece que não há provas, portanto, à luz da nossa constituição acredito que seja natural uma revisão em instâncias superiores”, finalizou.

Lula era acusado de receber R$ 3,7 milhões de propina de forma dissimulada da construtora OAS em troca de contratos com a Petrobras e de nomeações de diretores que favoreceriam a empreiteira. Moro considerou existirem provas para condenação pelo recebimento de R$ 2,2 milhões de propina.