Piauí

Wellington Dias vai usar R$ 600 milhões para concluir obras paradas

O empréstimo será destinado a obras de mobilidade urbana, infraestrutura e saneamento básico.
JOSEFA GEOVANA
04/07/2017 15h40 - atualizado

Após o empréstimo realizado através da Caixa Econômica Federal pelo Governo do Estado do Piauí, por meio do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), Wellington Dias se reuniu nesta terça-feira (04) com gestores da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Secretaria de Governo (Segov) e Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), para tratar do empréstimo de R$ 600 milhões, que será aplicado em obras de mobilidade urbana, infraestrutura e saneamento básico.

  • Foto: Divulgação / Governo do Estado do Piauí.Reunião realizada nesta terça-feira (04)Reunião realizada nesta terça-feira (04)

Foi acertado que a prioridade será dar continuidade de obras inacabadas, como as obras do Rodoanel, alargamento da ponte e orla marítima da Pedra do Sal, Centro de Convenções, revitalização do Porto das Barcas e também os aeródromos de Barra Grande, Uruçuí e Piripiri. Cerca de 156 milhões serão destinados à pavimentação asfáltica e poliédrica em alguns municípios.

Para o secretário do Planejamento, Antônio Neto, a obra mais importante é a Transcerrados. “A conclusão da obra exige um montante de R$ 53 milhões e, com a liberação da primeira parcela do empréstimo total, iremos conseguir finalizar mais uma fase em breve, o que dará um grande alívio para os produtores rurais daquela região no próximo inverno. A previsão é de que toda a obra seja concluída em cerca de doze meses”, esclareceu.

“Esses recursos serão injetados na economia do Piauí, garantindo estabilidade financeira e melhorando a qualidade de vida da população. Vão ser obras de infraestrutura, implantação e recuperação de rodovias, melhorias na mobilidade urbana, saneamento básico e equipamentos para a educação”, destacou o governador Wellington Dias.

A primeira parcela do empréstimo, no valor de R$ 315 milhões será retirada nos próximos dias.

Mais conteúdo sobre: